Salta, um lugar onde a beleza está presente a cada passo.

 

A província de Salta é uma das mais visitadas do noroeste argentino, e isso não é por acaso, pois oferece infinitas possibilidades para todo tipo de viajantes. É uma das cidades mais coloniais do país, com um ambiente tranquilo e um folclore que se reflete em cada uma das suas ruas.  

São aproximadamente 90 minutos de avião da capital Buenos Aires e 2 horas de San Salvador de Jujuy.

É conhecida como Salta “la linda”. Apesar de que está localizada em um dos extremos do país (no noroeste), essa província tem a vantagem de que é possível ter acesso a ela desde muitos destinos e por qualquer via, seja marítima ou terrestre, pois limita com três países e mais seis províncias.

Salta é um convite à aventura por causa da diversidade de paisagens e as grandes extensões de território quase inexplorado, e porque possui as atrações de todo tipo de paisagem, desde a aridez do deserto punenho até o verde exuberante da floresta.

Se o assunto é comida…

A culinária de Salta é uma deliciosa mistura de tradições que se combinam com culturas europeias que tiveram uma forte influência nela, criando assim uma grande variedade de pratos.

Entre os pratos mais típicos desse destino estão as empadas saltenhas recheadas de uma mistura chamada “recado”, feita com cortes traseiros de carne bovina ou milanesas, cebola, gordura de porco, batata, pimentão, cominho e pimenta moída. Outro delicioso prato típico da cidade é o tradicional “assado” (churrasco), pizzas e massas; além disso, também vale a pena mencionar as “humitas”, uma comida feita com milho e muito parecida com a pamonha, só que é recheada com uma mistura de cebola, tomate, alho, pimenta e outros temperos, e tudo isso é embrulhado em uma casca de milho e cozido no vapor ou fervido.

Uma das bebidas típicas de Salta é o aguapi, que é o resíduo do mosto (suco de uva) misturado com água e repousado até a fermentação, de sabor menos intenso que o vinho. Também encontramos o tradicional chá mate, uma infusão cuja base é a erva-mate, de sabor amargo e que muitas pessoas preferem tomar adoçado com açúcar. Além disso, os tradicionais vinhos, especialmente o Malbec, não podem faltar nas mesas.

A melhor época para a sua visita.

A melhor época para visitar a província de Salta, na Argentina, é na primavera (21 de setembro a 20 de dezembro) e no outono (21 de março a 20 de junho). O verão (21 de dezembro a 20 de março) é muito quente, mas no mês de fevereiro acontece a comemoração do carnaval na região, o que atrai muitos visitantes.  

Já no inverno (21 de junho a 21 de setembro), sugerimos que você viaje com roupa adequada para o frio, pois as temperaturas diminuem bastante, o que também pode acontecer à noite sem importar a estação do ano.

 

Descubra Salta

Um passeio por Salta deve incluir uma visita à Praça 9 de Julho, que foi o lugar escolhido pelo espanhol Hernando de Lerma para fundar a cidade em 1582. Os arcos caracterizam às ruas próximas a essa praça. Ao lado está localizada a Catedral Basílica, que possui um altar de ouro laminado. Nessa praça também está o Museo Histórico do Norte.

Avançando pelo leste está a Iglesia San Francisco, caracterizada pelas paredes de terracota e a torre. Depois está o Convento San Bernardo, cujo magnífico portão de algarobo foi talhado pelos aborígines em 1762.

Paisagens Naturais.

Localizado ao leste da capital saltenha, o Cerro San Bernardo oferece uma das melhores vistas da cidade. Chegar até lá é fácil, pois você pode subir no teleférico, em algum veículo ou mesmo andando. É um ponto panorâmico imperdível ao qual é possível ingressar por teleférico, por uma rua asfaltada ou por uma escadaria. Sugerimos que visite esse lugar à noite para poder ver a cidade iluminada.

Por outro lado, no caminho que une Cafayate (importante cidade vitivinícola) com Salta capital, na região dos vales de Chalchaquí, está a Quebrada de las Conchas, onde podem ser apreciadas altas e belas paredes de rocha vermelha.

Os 11 lugares que você não pode perder.

Como você pode ver, Salta possui uma grande variedade de atrações turísticas, entre as que destacamos as 11 seguintes:

  1. Museo de Arqueología de Alta Montaña: Está localizado na frente da praça central e dentro dele estão as Múmias de Llullaillaco, três crianças congeladas há 500 anos em ótimo estado de conservação que foram deixadas como oferenda na cima do vulcãoLlullaillaco.
  2. Cerro San Bernardo: É um ponto panorâmico imperdível ao qual é possível chegar por teleférico, por uma via asfaltada ou por una escadaria. Sugerimos que a visita seja à noite para ver a cidade iluminada.
  3. Catedral Basílica de Salta e Museo Cateralicio: Um monumento histórico nacional, localizado na frente da praça central.
  4. Cabildo: Atualmente Museo Histórico do Norte.
  5. Monumento a Güemes: O Paseo Güemes está localizado ao pé do Cerro San Bernardo e é o começo da escadaria para subir o morro.
  6. Zona “La Balcarce”: À noite é uma zona de restaurantes, bares e pubs. Nos finais de semana e nos feriados pela manhã, vira um lugar de exposição de artesanato.
  7. Cerro de la Virgen no bairro Tres Cerritos: Aqui os fiéis se reúnen para rezar os sábados ao meio-dia (só é possível subir pela manhã).
  8. Museo de Bellas Artes: É um casarão de estilo francês que possui uma coleção permanente formada pelas contribuições de artistas locais e estrangeiros.
  9. Shoppings: Alto Noa shopping, ao pé do Cerro San Bernardo; Portal Salta shopping, perto do Parque 20 de Febrero (Batalla de Salta); Paseo Salta shopping.
  10. Villa San LorenzoQuebrada de San Lorenzoe arredores: É uma zona florestal que oferece casas ideais para descansar, e que fica a só 14 km da cidade.
  11. Trem das nuvens: É um trem turístico que percorre a região da Puna, um altiplano semidesértico, com grandes contrastes no seu percurso à medida que sobe as ladeiras dos Andes. O trem parte da Estação Central em Salta e é considerado um dos mais altos do mundo.

Como você pode ver, Salta é um destino com muitas coisas para fazer, conhecer e experimentar, o que faz jus ao seu lema, que é “Tão linda, que faz você se apaixonar”. Não perca essa joia do norte argentino e conheça as incríveis sugestões que a RCI tem para você clicando aqui.

 

Você acabou de ler sobre ...

¿Te dieron más ganas de viajar?

¡Gracias por tu respuesta!
 

Artigos
relacionados

Driving Distance: Você não precisa viajar para terras distantes para conhecer incríveis destinos.

  Nós viajantes, percorremos milhares de quilômetros cruzando fronteiras de diferentes formas, seja de avião, ônibus, barco, cruzeiro, trem e até pedindo carona. A paixão por viajar e não perder tempo nos une e nos leva a descobrir essa nova forma de viajar conhecida como Driving Distance com o fim de conhecer destinos próximos a […]

Explorar