A Rota do Vinho na Argentina.

 

A Rota do Vinho na Argentina, simplesmente imperdível.

Quando pensamos na Argentina, imediatamente vem à cabeça Maradona, Messi, Borges, o tango, o churrasco e, também como protagonista… o vinho. A Argentina é o maior produtor de vinho na América Latina e é um paraíso para os amantes do enoturismo.

Possui 245 vinícolas abertas, nas quais é possível conhecer e se aprofundar nos vinhedos onde a uva é cultivada, as adegas em que é preparada, as técnicas de elaboração e a sua maravilhosa história.

A famosa Rota 40 vai desde o noroeste até a Patagônia, ao longo de quase 2.000 km e principalmente contornando a Cordilheira do Andes, onde está a maioria das principais regiões produtoras de vinho; nelas podemos encontrar os vinhedos mais altos do mundo e também os mais austrais.

 
(Español) Argentina cuenta con 245 bodegas abiertas al turismo enológico
 

Diferentemente de outros países vitivinícolas, na Argentina não existe uma rota do vinho linear, em que as vinícolas estejam perto umas das outras; porém, percorrer os caminhos do vinho é uma forma de conhecer a grande diversidade de sabores e lugares que possui o país. Por isso, listamos para você algumas sugestões de províncias que fazem parte da rota do vinho:

  • Salta: Está localizada no noroeste do país e é considerada a mais alta do mundo. Com vinhedos que chegam a estar a 3.100 m acima do nível do mar, a rota começa na capital, atravessa povoados históricos no Valle de Lerma e termina em Cafayate. É produzida a Tierra del Torrontés, uma das cepas emblemáticas do país, que consegue excelentes vinhos em variedades como Malbec e Tannat.

 

  • Mendoza: É a província com a maior produção vinícola e uma parada obrigatória da rota 40. A cepa representativa desse lugar é a Malbec, que tem reconhecimento internacional.

 

  • La Rioja: A elaboração do vinho Torrontés é um dos símbolos dessa província, e a Rota do Vinho Torrontés Riojano é um dos novos tours que oferece o país.

 

  • San Juan: A rota do Vinho de San Juan é uma das mais extensas, pois abrange 370 km e sete cidades. Possui 12 vinícolas e a região do vale de Tulum é o ponto central da produção, tendo o Syrah como a cepa mais famosa da região.

 

  • Tucumán: Interessante destino da rota que oferece a possibilidade de degustar vinho de altura e, ao mesmo tempo, visitar sítios arqueológicos-culturais.

 

  • Jujuy: Possui vinhedos entre Maimará, Tilcara e La Quebrada de Humahuaca. Recomendamos muito o Sauvignon Blanc, elaborado com uvas produzidas em Huacalera a 2.670 m acima do nível do mar.

 

  • Córdoba: Nessa região você poderá viver uma experiência única que inclui passeios pelas vinícolas, estâncias jesuíticas e até a possibilidade de jogar golfe. As colheitas antecipadas são o elemento que caracteriza o vinho dessa província.

 

  • Neuquén: Os povoados de Centenario, San Patricio del Chañar e Añelo conformam a rota da província dentro do corredor do vale. É recomendável degustar cepas como a Merlot e a Sauvignon Blanc, entre outras.

 

  • Rio Negro: Possui muitas das paisagens mais extraordinárias da Patagônia. É no Alto Valle onde pode ser realizado um passeio pelas vinícolas da região, o que é, simplesmente, imperdível.

 
 

O enoturismo inova a cada dia e oferece experiências de viagem mais completas. Por isso, por trás de cada cepa também existe uma paisagem com muita história, e nos últimos anos as vinícolas foram incluindo pousadas, resorts e até spas que oferecem tratamentos est uma das maravilhas que todo ol oferta de atividades como:em a possibilidade de conhecer o lugar em  éticos com produtos derivados do vinho. São ambientes ideais para sibaritas e amantes do conforto, que em alguns casos incluem a possibilidade de conhecer o lugar em cavalgadas guiadas e uma grande oferta de atividades como:

  • Degustações de vinho com especialistas.
  • Cursos de desgustação in situ.
  • Degustações com os produtos da região.
  • Colheita de uva na época de vindima.
  • Pisa das uvas e extração do mosto.
  • Harmonizações gastronômicas com os vinhos.
  • Para os mais aventureiros, existe a opção de passear de bicicleta ou andar a cavalo pelos vinhedos e adegas da região.

 
 

Sem dúvida, a experiência que oferece o turismo enológico na Argentina é uma das maravilhas que todo viajante que seja apreciador do vinho precisa fazer pelo menos uma vez na vida.

 

Descubra todos os nossos hotéis recomendados neste destino incrível.

 

Você acabou de ler sobre ...

¿Te dieron más ganas de viajar?

¡Gracias por tu respuesta!
 

Artigos
relacionados